segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Poder na ponta


Algumas pessoas comentaram comigo sobre o tal do “empowerment” que os marmiteiros indianos praticam. No caso deles temos que considerar o sistema cooperativado em que estão organizados e também a forte influência cultural dos indianos neste modelo. Ter poder na ponta, ou seja, ter a equipe de atendimento, a linha de frente empoderada significa aplicar a gestão participativa, delegar, confiar, dar autonomia. Não é porque a empresa quer ser legal. Mas por acreditar que desta forma se consegue maior comprometimento da equipe, mais agilidade nas respostas e pessoas interessadas em buscar soluções e resolver problemas para os clientes. Desta forma a empresa pode melhorar os resultados.

A sua empresa está preparada para dar poder aos garçons e atendentes?

2 comentários:

Conceição disse...

Eu acho preponderante o fator cultural no caso dos entregadores de marmita de Bombain(basta ver o lema deles).O que nao quer dizer que por aqui não consigamos,pois como tu falou,é um desafio conseguir pessoas certas...e,como nós empresários brasileiros(pequenos principalmente)sempre temos algums desafios pela frente...Vamos lá,melhorando a gestão,delegando mais autonomia p/funcionários,treinando...(inclusive a nós mesmos, para isso).
Um abraço,

Roger Klafke disse...

Conceição,
tenho certeza que estás no caminho certo!

abraços
Roger