segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Os entregadores de marmita da Índia

Já ouviu falar nos dabbawalas? Conheci em uma matéria da revista exame sobre o trabalho destes entregadores de marmita. São mais de 5.000 pessoas que trabalham em sistema cooperativado transportando refeições. Atualmente entregam mais de 200.000 refeições por dia. Mesmo com o caótico trânsito de Bombain, a maior metrópole da Índia, o serviço tem índice de falhas próximo a zero. O reconhecimento da competência em logística faz com que os entregadores dividam seu tempo entre entregas e palestras para empresas como Coca-Cola, Siemens e aulas para alunos de Harvard. O lema deles é “Levar comida a alguém é o mesmo que servir a Deus”. Acho que este lema diz tudo né? Além do efetivo comprometimento com os clientes outro ponto que chama a atenção é que existem apenas três níveis hierárquicos entre os marmiteiros (entregadores, coordenadores e apoio administrativo). Todos recebem o mesmo salário e são bonificados quando a cooperativa conquista novos clientes. Outra surpresa, eles utilizam um conceito importantíssimo: “poder na ponta”, ou seja, dar autonomia ao funcionário que tem contato com clientes para que ele resolva os problemas. Os entregadores têm autonomia para realizar seu trabalho, os problemas são resolvidos sem a consulta a chefes ou superiores.

7 comentários:

conceição disse...

Oi Roger,
Poder de ponta,autonomia para resolver problemas...Não da para importar ums para nós? Pois aqui... haja treinamento!
Muito legal a reportagem.Que coperativa hem?200.000 refeições.E, que organização!
Um belo exemplo

Roger Klafke disse...

É verdade Conceição! O maior desafio é achar a pessoa certa para o lugar certo dentro da empresa.

abraços
Roger

NEUSA FERREIRA DE ABREU VIANNA disse...

OLÁ ROGER,TUDO BEM!

EU, GOSTEI MUITO DE SEU BLOGGER, E GOSTARIA DE COMEÇAR A FAZER MARMITEX.
ESTAVA PROCURANDO POR ORIETACÕES,SERA QUE PODERIA ME ENVIAR POR E-MAIL ALGUMAS DICAS.
SEI QUE, SEU BLOGGER É PARA MEDIOS E GRANDES EMPRESARIOS,MAS EU,PRECISO DESSE CUNHO DE ALGUEM QUE TENHA VISÃO AMPLA PARA PEQUENOS NEGOCIOS.
ASSIM POSSO TER CONFIANÇA EM SEGUIR DENTRO DE UMA REALIDADE BEM INTELECTUAL.
POR SER UMA AUTONOMA,TEVO CANALISAR
A MINHA REALIDADE POR PESSOAS COM SEU PERFIL.

OBRIGADO PELA SUA ATENÇÃO.

COLOMBO disse...

OLA ROGER, TUDO BEM...

OTIMA MATERIA, MUITO BACANA, OLHA É REALMENTE ISSO QUE ESTOU PRECISANDO, MAS FALTAM DETALHES PARA QUE DE CERTO EU TENHO UM RESTAURANTE E EU VENDO MARMITEX MAS ESTOU INTERESSADO EM EXPANDIR PARA CHEGAR AO PATAMAR DE FAZER ENTREGAS, E EU FICARIA MUITO FELIZ SE VC PUDESSE ME DAR ALGUMAS DICAS.

VALEU OBRIGADO...

COLOMBO disse...

ME DESCULPE LOGICO AS DICAS ATRAVES DE MEU E-MAIL.

OBRIGADO NOVAMENTE.

Roger Scherer Klafke - twitter.com/rogerklafke disse...

Prezado Colombo!
no blog tem varias dicas onde é possivel adaptar melhorias ao seu negócio.
qualquer duvida especifica pode me passar pelo email rogerklafke@gmail.com

abraço
Roger

Fábio Luis Diesel disse...

Oi Roger. Muito legal esta matéria. Não tinha conhecimento. Eu acredito muito nas bases do cooperativismo. É uma pena que aqui (mesmo em nosso setor) esse modelo de negócio, apesar de ser centenário, ainda é pouco aproveitado, mesmo com excelentes exemplos (Sicredi, Unimed, Piá, etc)...Abraço!